Soneto da poesia brasileira

A comovente pedra de Drummond

O romantismo de Vinícius, uma sinfonia…

O Brasil, muito rico em natureza,

Também sempre foi rico em poesia.
____________
____________

Em Augusto dos Anjos, a vida e a morte;

Castro Alves e o navio malfadado…

Em Bilac, o patriotismo

E a delicadeza em Hilda, Cecília e Adélia Prado.
____________
____________

Ergue-se Cora em grande heroína

Mário Quintana traz o espelho mágico

E João Cabral, a Morte e vida Severina…
____________
____________

Muito além de palmeiras onde canta o sabiá

O Brasil tem mil poetas:

Tesouros p’ra se orgulhar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s